segunda-feira, 13 de março de 2017

Desaparecimento do voo MH370 ainda é mistério



Lembra do Voo MH370 da Malaysian Airlines? Por mais que as autoridades alegam ter encontrado alguns pedaços daquela aeronave, nada anda é conclusivo, e uma das teses é que o avião tenha sido abduzido por alienígenas, ou até mesmo sido engolido por um vórtice de tempo/espaço:

O Voo MH370 da Malaysian Airlines, carregando 239 passageiros e tripulação, despareceu em 8 de março de 2014.  O Boeing 777 decolou de Kuala Lumpur, em direção a Pequim, e uma hora mais tarde o contato foi interrompido, quando ele estava voando em direção ao nordeste, sobre o Golfo da Tailândia.

Desde então seu paradeiro tem sido cercado de uma neblina de conspirações, especulações e rumores. Estes abrangem desde os mais credíveis até os mais difíceis de serem aceitos:

    Fogo na cabine de voo/problema técnico
    Sequestro por terroristas
    Sequestro por cyber-criminosos, desviando a aeronave para o Cosmódromo Baikonur, no Cazaquistão ou para a Coréia do Norte, ou outros destinos remotos.
    Abatido por um míssil ou por uma nave militar, por acidente ou de propósito
    Um dos pilotos decidiu se suicidar, levando a aeronave e todos junto com ele
    Abdução por um OVNI
    Engolida por um vórtice de tempo/espaço

O político Mohammad Nizar Jamaluddin, da Malásia, achou que o caso era tão misterioso, que ele enviou uma mensagem no Twitter:

    “Novo Triângulo das Bermudas detectado nas águas do Vietnã; não adianta estar equipado com aparelhos sofisticados!”.

Logo ele foi tachado por outros usuários do Twitter como sendo uma pessoa insensível, e foi forçado a pedir desculpas.

Um outro político malaio disse que a aeronave desapareceu exatamente no lado oposto do globo onde fica o Triângulo das Bermudas, embora foi rapidamente apontado que o Caribe fica no lado oposto do globo, e não as Bermudas.

Desde o início, artigos falsos viralizaram no Facebook, com vídeos de aparência legítima da nave sendo encontrada no mar, com sobrevivente agarrados nos destroços, ou encontrados no Triângulo das Bermudas. Mensagens no Twitter em notícias falsas contribuíram com alegações similares para rentabilizar com esta tragédia.

Com a passagem do tempo, o MH370 se uniu ao grupo de desaparecimento de aeronaves ainda não resolvidas, que foram associadas aos OVNIs. Estas incluem o desaparecimento da aviadora Amelia Earhart no meio do Pacífico em 1937; Glenn Miller sobre o Canal Inglês em 1944; Voo 19, numa missão de treinamento no Triângulo das Bermudas em 1945; Frederick Valentich em outubro de 1978, que desapareceu no Estreito de Bass, Sul da Austrália, após ver estranhas luzes se movendo acima de sua aeronave.

As especulações sobre tais ocorrências sendo causadas por naves ocupadas por seres extraterrestres, ou por criaturas elusivas no céu, não são novas.  Charles Fort, que foi um grande colecionador de mistério no início do Século XX, anotou no seu livro:

    O desconhecido, coisas luminosas, ou seres, frequentemente têm sido vistos, algumas vezes próximos desta Terra, e algumas vezes alto no céu. Pode ser que alguns deles eram coisas vivas que ocasionalmente vieram de algum outro lugar.

Arthur Conan Doyle, o criador de Sherlock Holmes, até mesmo escreveu uma estória em 1913 chamada O Terror das Alturas, que imaginava criaturas engolindo os aviadores. Quando o herói da história vai para o céu agregar evidências da existência dessas criaturas, ele nunca mais retorna. Tudo que sobra é um caderno de anotações manchado de sangue, que termina com as palavras:

    Quarenta e três mil pés. Nunca mais verei a Terra novamente. Eles estão abaixo de mim, três deles. Deus me ajude; é uma morte terrível para se morrer!

O ovniólogo Trevor Constable, foi pioneiro da fotografia de OVNIs usando filme infravermelho durante a década de 1960.  Ele considerava os OVNIs como sendo seres biológicos que vivem no céu. À medida que vêm mais próximos da Terra, eles ficam mais visíveis e podem lançar raios para se defenderem. Em seu livro de 1958, They Live in the Sky (Eles Vivem no Céu), ele diz que estas criaturas são invisíveis aos nosso olhos, mas o filme infravermelho pode capturar imagens deles ao voarem acima de nós. Hoje, alguns ovniólogos têm adaptado suas câmeras de vídeo para capturarem imagens similares de OVNIs.

Talvez existam criaturas como águas-vivas ‘invisíveis’ ou luminosas que habitam nossos céus, ou mesmo que alienígenas invadam nossos céus, mas no caso do voo MH370 provavelmente há uma explicação mundana pelo seu desaparecimento. A tragédia é que ao longo do tempo os fatos ficam cada vez mais perdidos e destorcidos, tornando a carga dos parentes em luto cada vez mais pesada com cada teoria não provada ou pista insubstancial.

Fonte : Ovni Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário