terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Homem congelado há meio século poderá ser ressuscitado um dia




Faz 50 anos desde que o professor norte-americano James Bedford  se tornou o primeiro ser humano a ser submetido à criogenização.

Beddford tinha câncer de rim e decidiu aceitar a proposta da primeira organização de criogenia do mundo, a Life Extension Society, que se dispôs a congelar gratuitamente o primeiro que necessitasse de suspensão criônica. Foi assim que, após sua morte, aos 73 anos de idade, o professor foi submetido a um congelamento por tempo indefinido, à espera de uma tecnologia que pudesse ressuscitá-lo no futuro.



O procedimento consistiu em injetar dimetilsulfóxido no corpo de Bedford,  substância química que ajudaria a preservar órgãos e tecidos. Em seguida, o corpo foi congelado com gelo seco e submerso em nitrogênio líquido.


Até hoje o professor continua criogenizado. A ciência ainda não tem resposta à pergunta sobre se um dia seres humanos submetidos à criopreservação poderão ser, de fato, ressuscitados.

Fonte: CNET

Imagens: Wikipedia | CC BY-SA

Nenhum comentário:

Postar um comentário