quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

O mistério do documento mais acessado do FBI




Conhecido como “O Cofre” (The Vault), a biblioteca digital do FBI traz arquivos digitalizados de diversas épocas disponíveis para consulta pública. Tem documento a respeito de gângsteres, Segunda Guerra, máfia e, especialmente, sobre fenômenos sem explicação.


O arquivo mais acessado do Cofre acirrou a discussão a respeito da existência da presença alienígena na Terra: teria o Governo norte-americano realmente feito contato com seres de outros planetas?


O documento é um memorando de Guy Hottel, chefe de operações de campo, dirigido a J. Edgar Hoover, diretor do FBI, e descreve uma misteriosa descoberta feita em 1950, no Novo Mexico, apenas três anos depois do famoso Caso Roswell.



Veja o que diz o memorando:


“Um investigador da Força Aérea afirma que três supostos objetos voadores foram resgatados no Novo México. Os objetos foram descritos como tendo forma circular, centro elevado e 15 metros de diâmetro. Cada um deles era ocupado por três seres humanoides com apenas 90 centímetros de altura e vestidos em tecido metalizado de fina textura. A vestimenta era similar àquelas que os pilotos profissionais usam em provas de corrida”


De acordo com xxxx [nome riscado], o informante, os objetos voadores foram encontrados no Novo México devido aos radares de alta potência do Governo naquela área. Acredita-se que o radar tenha provocado interferência no mecanismos de controle dos discos.”


Com o rebuliço causado pelo memorando, o FBI teve que publicar uma nota explicando que Hoover havia descartado o memorando por se tratar de informação de terceiros (o famoso “disse-me-disse”).


Para os amantes da teoria da conspiração, o descarte do memorando foi feito apenas para despistar o que realmente aconteceu. Fica o mistério.


Veja a íntegra do documento.

Conheça o Cofre.



Fonte: Vault.fbi.gov e Supercurioso.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário