sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Poderia uma enorme rachadura que atravessa a Antártica expor uma ‘Atlântida’ congelada?



A Antártica está recebendo muita atenção por estes dias, e nem tudo isso é bom para o pequeno grupo de cientistas que atualmente está vivendo na superfície, nem tampouco para a civilização perdida que dizem estar enterrada abaixo.  Uma enorme rachadura está crescendo e um gigantesco pedaço de gelo poderá logo se desprender.

Uma teoria surge novamente sobre uma mudança rápida dos polos. Jogue na equação a possibilidade da descoberta de Atlântida e a predição de Edgar Cayce e você tem as conspirações mais geladas do mundo. Seriam elas verdadeiras?

Vamos começar pela rachadura. O gelo tem estado ativamente se separando desde pelo menos 2011, no segmento Larse C do Bloco de Gelo Larsen, na parte noroeste do Mar Weddell.  Larsen C é a seção maior e mais ao sul, muitas vezes comparada em tamanho à Escócia, ou aos estados de New Hampshire e Vermont (EUA) combinados.  A rachadura tem agora 130 km de comprimento, 196 metros de largura e 500 metros de profundidade.  Se ela continuar rachando, irá produzir um pedaço de gelo medindo 6.200 km2.






De acordo com pesquisadores do Projeto Midas, uma Pesquisa Britânica na Antártica, isso representaria 10% daquele bloco de gelo – um enorme pedaço de gelo, mas não grande o suficiente para elevar o nível do mar mundialmente. Porém, ele deixaria distúrbios para trás e eventualmente, como resultado, as linhas costeiras começariam a se desaparecer.

    A terra irá quebrar em vários lugares.  …na Antártica, saindo da Tierra del Fuego será terra, e um estreito com águas correndo … então poderemos saber que começou.

Seguidores de Edgar Cayce apontam que ele predisse eventos apocalípticos similares na Antártica. Ele também fez referências à Atlântida, embora ele a colocou no Oceano Atlântico. Porém, uma teoria ressurgiu recentemente, colocando a localização dessa cidade perdida na Antártica.

Charles Hapgood é o proponente mais conhecido do deslocamento da crosta, ou da hipótese da mudança dos pólos, e ele teoriza uma rápida mudança dos polos da Terra. Os movimento de sua crosta significa que grandes áreas da Antártica eram livres de gelo e mornas o suficiente para a existência de cidades humanas há somente 12.000 anos.  Hapgood pesquisou a Atlântida, inclusive os famosos mapas de Piri Reis e Oronce Finé, que supostamente mostram a Antártica quando ela não tinha gelo. Hapgood acredita que os mapas eram precisos e feitos por uma civilização avançada… Atlântida?
Mapa de Piri Reis


A rachadura em Larsen C irá expor uma Atlântida congelada?  Ninguém sabe ainda sequer se isto está ocorrendo onde a legendária cidade ficava. Porém, talvez seja a presença de Atlântida abaixo do gelo que esteja causando a rachadura.

Considere as pirâmides supostamente encontradas recentemente, os vários avistamentos de OVNIs ao longo dos anos, a recente visita de John Kerry e o fato do astronauta Buzz Aldrin ter ficado doente ao visitar o Polo Sul, e há pontos suficiente para serem conectados e para se considerar uma teoria da conspiração.

A rachadura Larsen C é um assunto sério com consequências potencialmente catastróficas. Seria tão fora do quadrado pensar que alguém, ou algo – passado ou presente – maior ou mais inteligente do que nós – está dando um alerta à Terra?

Fonte : Ovni Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário