sábado, 16 de novembro de 2013

Criado o primeiro manto da invisibilidade ativo



A criação de um manto da invisibilidade seria realmente possível? Enquanto alguns estudos colocam a questão da invisibilidade em dúvida, pesquisadores da Universidade de Toronto construíram, em teoria, o primeiro manto da invisibilidade ativo. Trata-se de um equipamento muito fino em relação às antigas tentativas, que poderia ser adaptado para diferentes formatos e tamanhos. O mecanismo, que tem como princípio a invisibilidade ativa, possui pequenas antenas que atuam conjuntamente na formação de um campo eletromagnético que interrompe qualquer tipo de onda que esteja percorrendo o objeto.
  Nós vemos os objetos por conta da luz que é refletida e que chega até os nossos olhos. Neste sentido, estas antenas teriam a capacidade de criar uma "camada" de ondas eletromagnéticas que cobririam o objeto, cancelando qualquer onda que se reflita nele e impedindo que a luz chegue aos nossos olhos. Isso, na teoria, tornaria o objeto invisível. A ideia é que essas pequenas antenas possam ser impressas em materiais flexíveis, o que tornaria possível a criação de um verdadeiro manto, por exemplo.   Contudo, a invenção tem um porém: as antenas precisam de ajustes manuais para cada frequência eletromagnética que deve ser cancelada. Desta maneira, só é possível operar em uma determinada frequência de onda por vez. No entanto, vários mantos com antenas ajustadas para cobrir vários comprimentos de onda ao mesmo tempo poderiam ser usados. No protótipo apresentado, um cilindro metálico ficou "invisível" a ondas de rádio. Neste sentido, seria possível tornar prédios e outras construções também invisíveis para ondas emitidas pelas antenas de telefonia celular e redes de internet sem fio, por exemplo. Os pesquisadores, no momento, concordam que é mais fácil encontrar aplicações para a invisibilidade para o rádio do que para a luz.

Fonte : History

Nenhum comentário:

Postar um comentário