terça-feira, 15 de outubro de 2013

A cada três minutos um ovni é detectado



Estudo da revista Ufo aponta que a cada 100 avistamentos do gênero, por ter ocorrido uma aterrissagem

Não é por acaso que o filme E.T. - O Extraterrestre, de 1982, dirigido por Steven Spielberg, é considerado um dos maiores sucessos de bilheteria de toda a história do cinema, sendo o primeiro a ultrapassar a marca dos US$ 700 milhões. A história é sobre um alienígena que se perde na Terra e faz amizade com um garoto de dez anos, que o protege de todas as formas para evitar que ele seja capturado e transformado em cobaia pelo serviço secreto norte-americano. O momento mais marcante do filme é quando o menino ajuda o E.T. a regressar ao seu planeta.

Enquanto uns acreditam em vida fora da Terra e outros duvidam, estatísticas divulgadas pela revista UFO apontam que a cada três minutos um óvni é detectado por radar em alguma parte do mundo, resultando em centenas de registros diários. A cada 100 avistamentos do gênero, tem-se uma aterrissagem destas naves, e a cada 10 aterrissagens se processa um contato entre seus tripulantes e testemunhas de diversos países.


O Brasil tem vários relatos de pessoas que afirmam não apenas terem visto discos voadores como também mantido contato com seres alienígenas. O País tem casos que se tornaram conhecidos internacionalmente, como o do ET de Varginha (MG) e a Operação Prato, uma das maiores operações militares envolvendo óvnis no Brasil. Ocorrida em 1977, a Operação Prato levou a Força Aérea Brasileira (FAB) a verificar relatos de ocorrências de estranhas luzes e manifestações em Colares, no Pará. Naquela ocasião, a FAB deslocou mais de 20 militares para verificarem os fatos, o que resultou em duas mil páginas de documentos, 500 fotos e 16 horas de filme. Porém, conforme os ufólogos, quase tudo permanece arquivado. Já o caso do ET de Varginha, em Minas Gerais, ocorreu em 1996, quando várias pessoas relataram terem visto uma criatura estranha. Conforme relatos de ufólogos, o Corpo de Bombeiros foi chamado e, quando a equipe chegou, encontrou uma criatura bípede, com 1,50 m de altura, olhos vermelhos e pele marrom. Os bombeiros chamaram o exército, que capturou a criatura e a levou embora. Um policial que se aproximou foi ferido pelo estranho ser e morreu dois dias depois no hospital local. No mesmo dia, outra criatura foi vista por três garotas em um terreno. Estava muito ferida e as autoridades dizem que não resistiu.


Experiência local


Em Sorocaba, o caso de avistamento mais famoso é o do Morro da Mariquinha, em 1979. Os discos voadores que muitos afirmaram terem visto na cidade causaram comoção pública e mais de cinco mil pessoas, ocupando cerca de mil veículos entre ônibus, caminhões e carros particulares, chegaram a ir de madrugada até o km 95 da rodovia Raposo Tavares com faixas e cartazes para recepcionar os ETs. Já em Votorantim, os avistamentos deram inclusive nome a um bairro: Mirante dos Óvnis.

Enquanto as autoridades não fazem nenhum comunicado oficial ou relegam o tema à categoria de crendices populares, os debates e troca de informações sobre o assunto continuam frequentes a ponto de já chegar à quinta edição a realização de um evento internacional aqui no País: o Fórum Mundial de Ufologia, marcado para novembro, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O evento, que contará com participação dos maiores especialistas na pesquisa ufológica tem como objetivo elaborar um documento para ser entregue à Organização das Nações Unidas (ONU) solicitando o reconhecimento do fenômeno ufo e a liberação total de materiais ainda retidos pelos governos de todos os países. (D.J.)

Fonte: Cruzeiro do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário