quarta-feira, 16 de maio de 2012

Unicamp : A área 51 brasileira




A universidade pública localizada em Campinas foi criada em 1966 e é mantida até hoje pelo governo do Estado de São Paulo. Estranhamente, diferente das outras instituições de ensino brasileiras, a escola tem poucos vínculos com a comunidade local. E um dos pavilhões, o de número 18, é guarnecido por soldados do Exército, armados até os dentes e seguranças vestidos de indefectíveis ternos pretos, usando chapéus tambem pretos e óculos escuros, 24 horas por dia. Alunos e pessoas em geral, não tem acesso à esse setor. Somente "professores" altamente qualificados, na sua grande maioria, estrangeiros.


Segundo ufólogos brasileiros, existe um laboratório subterrâneo secreto na universidade - localizado debaixo do Instituto de Biologia - onde várias criaturas estranhas estariam aprisionadas. Os tais alienígenas capturados em Varginha estão todos lá, assim como Chupacabras, capturados vivos ou abatidos pelo interior do país.

A Unicamp seria, portanto, uma espécie de Area 51 Tupiniquim. A universidade desmente tudo, é claro, o que só confirma as suspeitas dos alienistas e alienados ufológos. Mas a teoria conspiratória, falsa ou verdadeira, acaba revelando uma triste verdade: enquanto houver esse tipo de acobertamente, o mito alienígena continuará se proliferando e os aproveitadores de plantão continuarão enchendo os bolsos de dinheiro, explorando a fé dos incautos.

Um pesquisador da Unicamp que não quis se identificar, por motivos óbvios, exibe a foto de um filhote de Chupacabra .


Nenhum comentário:

Postar um comentário