sexta-feira, 18 de maio de 2012

Máquina do tempo




Máquina do tempo é o termo que comumente se refere à ferramenta que permite um deslocamento através do tempo de uma maneira não-natural, possibilitando que o objeto de sua ação, seja o passageiro (da máquina), o operador ou alvo dela, se mova de, ou para, o passado, o presente ou o futuro.

Naturalmente, tudo viaja no tempo, pois quando acabar de ler esta frase o leitor terá viajado no tempo de alguns segundos.
Embora imaginada e perseguida pela sociedade humana, a máquina do tempo nunca foi construída com sucesso, sendo sua atividade restrita a obras de ficção científica, nas quais já teve distintas interpretações: em algumas a máquina do tempo era um veículo, em outras era portal, em outras era uma arma, e uma infinidade de "modos" com que ela possa tomar forma concreta.
Há, também, muitas probabilidades de acontecimentos em uma viagem no tempo. Uma delas é a do passado imutável. Como no clássico da TV Túnel do Tempo, as tranferências temporais acontecem, porém, acabam fazendo parte do que realmente aconteceu. Ou seja, se uma pessoa volta no tempo e interfere nos acontecimentos do passado, quando ela retornar ao seu tempo natural, todos os acontecimentos que ele mudou, sempre fizeram parte da sua lembrança, ou seja, mesmo que ela mude mil vezes o passado, todos esses acontecimentos sempre farão parte de sua história real.

As Teorias

Como se sabe pela Teoria da Relatividade de Albert Einstein, o tempo passa mais lentamente para qualquer objeto em movimento ou sob a ação de um campo gravitacional importante. No caso do movimento, é necessário viajar a uma velocidade próxima à da luz (299 792 458 m/s) (ver velocidade da luz) para que esse efeito seja perceptível. Com isto o tempo para o indivíduo em movimento passa mais devagar do que para quem não está em movimento, de modo que quando o viajante retornar ele estará mais jovem do que os que não viajaram com ele. Um exemplo: se o relógio em deslocamento nesta velocidade marca que passaram 12 horas, os em repouso marcam muito mais: uma década, por exemplo. Isto quer dizer que o viajante viajou dez anos no futuro. Infelizmente, de acordo com a Teoria da Relatividade, quanto mais um corpo for acelerado mais massa ele ganha. Então não há, nem haverá, um motor suficientemente potente para acelerar tal corpo. Pode-se tomar como exemplo um homem de 80 kg que, ao atingir 99,999999999% da velocidade da luz, teria uma massa de 5600 toneladas e, se conseguisse alcançar os 100% da velocidade da luz, sua massa seria infinita.
Teoricamente existem os wormhole (ou seja "buraco de minhoca"), que servem como atalho entre dois pontos distantes no universo, como o Espaço e o Tempo estão unidos formando o Espaço-Tempo, os buracos de minhoca servem de atalho não só através do Espaço mas também através do Tempo. No cinema, a trilogia De Volta para o Futuro (Back to the Future, no original) explorava este tema. Na série, um DeLorean DMC-12 foi adaptado por um cientista para se tornar uma máquina do tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário